Translate

sábado, 28 de enero de 2012

ORVALHO

Quase da pra te ouvir junto com o vento;
Quase sinto teu perfume no travesseiro;
As vezes a noite chega como um castigo,
e noutras tenho um sonho quase real,
um prazer quase verdadeiro.


Agora sei onde estas alem de dentro de mim;
Talvez muitos outros já passaram por ti,
e sentiram tua pele e o frescor dos teus lábios
leve umidade de orvalho que transpira teu corpo.
Publicar un comentario