Translate

sábado, 18 de agosto de 2012


Hipocondríaco



Resto de adeus te pedia não me davas me sentia pasmo, agoniza.

Em meu mundo já não havia espaços, somente uma desilusão ágria;

As lembranças me perseguiam me maltratavam;

Respirava esse ar gasto,me sentia enferrujado, paralisado no tempo;

Para sempre e muito tempo me dizia minha alma, e o suicídio não

e correto,seguirei sendo hipocondríaco.

Resto de adeus te pedia, não me davas;

Não sei mais onde andas e não me importa, seguirei com  minhas mãos fechadas e meus restos de ontem
perdidos em tua ausência
Publicar un comentario