Translate

martes, 23 de septiembre de 2014

Lena

Havia um mundo dentro de uma estrela;
Entusiasmo e melancolia, pela angustia da tua ausência;
Somos dois pontos tão distantes, mais convergem
para o mesmo ponto, Lena;
E agora quando haverá celebração de amor e desejo?
Totalidade confusa nesse limite da saudade ;
Noite húmeda dividida em sonhos;
Te sinto longe, mais a tua voz me alcança,
De tantas coisas enches minha alma,
As veces penso que talvez ame um sonho
Pois te vejo temerosa e sedenta
Uma ultima rosa deserta, céu azul que encobre meu mundo;
Já não sei desde onde te quero, nem se minha boca tocara
algum dia a tua,
Mais continuo desesperado de palavras e ecos;
Me embriagando de amor obstinado, Lena...




Publicar un comentario