Translate

viernes, 10 de abril de 2015

Geografia interior.

Agora eu vejo que calávamos quando nossas pequenas vidas 
viviam á sombra de uma chispa indelével ,como ilusão;
E nunca mais contamos nuvens,nem discordamos pois não 
havia vozes, nem palavras, nem silêncios;
Assim fomos feridos e crucificados,frutificando a ferida
nesse ódio morto,
Tudo passou quando nada parecia passar, 
E o amor, e o ódio foram parar a onde??
Por dentre minhas lágrimas pude ver que ainda sou ambíguo
em meus temores...

Publicar un comentario