Translate

domingo, 14 de diciembre de 2014

Amor invisivel

Meu amor voa sobre ti,quando vem o sono e me leva
Vou buscar outras terras, mais prefiro calar o teu nome
Profunda primavera onde não germino
Em que noite roubastes minha paz??
Em que noite meu sangue colou no teu fogo??
Meu amor foi um mendigo esperando por ti;
e teus lábios por algum tempo foram meu pão
Minha casa esta morta,existem ossos e lembranças
já não consigo abrir a porta,
Nada se apaga;
Nada se esquece;
Em que noite roubastes minha paz??
Amor invisível, dormindo na tua sombra me esqueço de mim,
Algo falta,
A simetria exata do teu sorriso
Aquele mundo vacilante de silencio e beijos
Não te esqueças de chamar,
mesmo que a porta esteja aberta.....

Publicar un comentario