Translate

martes, 2 de diciembre de 2014

Flecha invisível

O amor é o combate contra essa flecha invisível,
Te conheço com essa doçura entre espinhos,
e agora nada mais me deixa confuso.
Saber que existes como fogo que queima;
Manantial escondido,
Última fronteira,
Te conheço e não sei mais o que dizer-te,
São como uma prisão esses teus olhos,
como diamantes que rajam, que invadem meu peito.
Sentir-me pequeno, esperando teu corpo...

O amor é o combate contra essa flecha invisível,
Âmbito nosso,
Tradução sem idioma,
Estatua esculpida no meu mundo sombrio,
Te conheço e não sei mais o que dizer-te,
Maldição sinistra, arrastrada e túrbida,
Pra que fazer-te renascer?
Se me enches de olvido...

Publicar un comentario